Este blog encontra-se inativo. Se quiser continuar lendo o que escrevo me acompanhe aqui:http://sheilaromejon.blogspot.com.br/

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Sonhos - Parte 5

Através da distorção o conteúdo latente é transformado em conteúdo manifesto. O caminho inverso deste processo é a interpretação dos sonhos, que busca a recuperação do conteúdo latente.

Este assunto dá bastante pano pra manga! E Freud escreveu um livro só sobre isso: A Interpretação dos Sonhos, 1900.

Por enquanto, queria destacar três pontos que achei bem interessantes e que acredito que já ajudem a começar a interpretar nossos próprios sonhos:

1) Um dos mecanismos de formação dos sonhos é chamado de condensação. Se pararmos para pensar em nossos sonhos não será difícil lembrar de momentos em que várias pessoas foram condensadas em uma só figura. Esta figura era semelhante a A na aparência, estava vestida como B, estava agindo como C, mas o tempo todo você sabia que na verdade ela era D. Em geral, esta figura composta serve para enfatizar alguma característica que seja comum a estas quatro pessoas.

2) Muitos sonhos em uma mesma noite em geral têm o mesmo significado e indicam uma tentativa de controlar um estímulo cuja urgência vem aumentando.

3) Uma parte importante da teoria dos sonhos é o simbolismo: uma relação invariável entre um elemento do sonho e a idéia latente, o que permitiria em alguns casos interpretar um sonho sem questionar a pessoa que sonhou sobre o seu significado. Alguns exemplos presentes no livro: uma casa representando o corpo humano; reis, rainhas, imperadores representando os pais; pequenos animais representando crianças, irmãos e irmãs; referências à água representando o nascimento; viagens representando a morte; e uma variedade enorme de símbolos relativos à vida sexual (armas e objetos pontudos represetando o pênis, cavernas, jarros, caixas representando a vagina, entre outros).

Obs.: o simbolismo nada tem a ver com misticismo, ou livrinhos mágicos que traduzem sonhos! Ele é resultado da interpretação de um número considerável de sonhos com os mesmos símbolos levando às mesmas idéias latentes, em pessoas diferentes com histórias de vida diferentes. Isso é ciência!

Nenhum comentário:

Postar um comentário