Este blog encontra-se inativo. Se quiser continuar lendo o que escrevo me acompanhe aqui:http://sheilaromejon.blogspot.com.br/

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Sonhos - Parte 6

Se todo sonho é a realização de um desejo - algo agradável, que proporciona prazer - o que Freud diz sobre os pesadelos e os sonhos carregados de ansiedade?

Alguns sonhos se originam a partir de desejos reprimidos extremamente fortes, a ponto de escapar da censura e manifestar-se no sonho sem qualquer distorção. A ansiedade é causada pela força do desejo que em outras situações fomos capazes de reprimir. Sendo assim, os sonhos de ansiedade são de extrema utilidade para a investigação do conteúdo inconsciente.

Mas além da ansiedade os sonhos podem vir acompanhados de outros sentimentos desagradáveis, causando sofrimento, muitas vezes nos fazendo acordar ofegantes no meio da noite. Aqui entra um ponto sobre o sentimento presente no sonho que citei em outro post.

Apesar das idéias latentes aparecerem nos sonhos de maneira disfarçada, o sentimento relacionado àquela idéia pode manifestar-se no sonho sem qualquer alteração. Por exemplo, se eu tenho um desejo cuja realização me causaria vergonha ou culpa, no sonho a satisfação deste desejo (mesmo que de maneira disfarçada) pode vir acompanhado da sensação de vergonha ou de culpa, tornando o sonho algo desagradável.

Nossas idéias reprimidas em si já representam um conflito, a oposição entre o desejo de realizar e o medo das consequências, os julgamentos, a moral. A realização deste desejo no sonho muito provavelmente trará consigo todos os sentimentos relacionados à sua censura.

Se o paciente puder se lembrar do sentimento presente nos sonhos, poderá fazer associações de outras situações e conflitos de sua vida em que se depara com este mesmo sentimento, auxiliando na interpretação do conteúdo latente do sonho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário