Este blog encontra-se inativo. Se quiser continuar lendo o que escrevo me acompanhe aqui:http://sheilaromejon.blogspot.com.br/

terça-feira, 31 de julho de 2012

Teoria Geral das Neuroses - Parte 8

Ainda sobre a relação entre sintoma neurótico e sexualidade... (não adianta, é a questão mais polêmica da Psicanálise!)

Freud, sempre se antecipando aos eventuais questionamentos do seu público, fala que sim, que ele já pensou na possibilidade de que nem sempre a neurose tenha como causa a sexualidade. Uma pessoa pode passar a apresentar sintomas neuróticos depois de perder sua fortuna ou de ter alguma doença orgânica grave (nem sempre o problema causador é de origem sexual). Entretanto, Freud observou que isso só acontece quando estas experiências fazem com que o ego da pessoa perca a sua capacidade de lidar com a libido.

Ou seja, mesmo em situações que não tenham nenhuma relação com sexualidade, o indivíduo só passa a apresentar sintomas neuróticos se o seu ego não for forte o suficiente para, sob estas novas condições, encontrar meios para lidar com a libido de forma satisfatória.

Não é interessante? Acredito que muito frequentemente o que acontece é a associação de um sintoma com uma causa sem analisar outras conexões que o inconsciente do indivíduo fez no meio do caminho, antes de chegar ao sintoma. Alguém tem alguma dúvida de que nos exemplos acima (perda da fortuna e doença) o sujeito possa ter a sua sexualidade impactada, seja na realidade ou em fantasia?

Continua...